Nos mínimos detalhes

Era perfeccionista e vivia nos mínimos detalhes. Tudo na sua vida foi milimetricamente planejado e rigorosamente executado. Nasceu no dia exato previsto pelo médico. Apegava-se à mesma chupeta e chorava pela mesma papinha quando bebê. Brincava com os mesmos brinquedos entre 9h00min e 12h30min, no mesmo quarto, no mesmo canto do quarto, sentado de frente para o canto. Um vazio o inundava.
Ao crescer, ia para a escola com a mesma roupa, a mesma mochila e pelo mesmo caminho. Na faculdade estudava somente a noite, sentado na mesma carteira, tirando as mesmas notas (sempre altas). Já adulto e independente, acordava às 06h08min, tomava banho com a toalha azul e com sabonete de lavanda. Havia uma cor de toalha para cada dia da semana,  assim como as cuecas, as camisas, calças e as meias. Colocava a gravata listrada, sendo a de segunda-feira. Os utensílios da  cozinha eram pendurados por tamanho e também acomodados em ordem de função nas gavetas, cada um no seu lugar.

Materiais do banheiro eram organizados por tamanho e alinhados perfeitamente nas prateleiras. Saía exatamente às 07h13min, dava duas voltas completas na chave da porta, descia a escada iniciando com o pé direito. No trânsito fazia o exato e o mesmo trajeto desde que iniciou o trabalho. 
No trabalho, sentava na mesma mesa e cadeira, com bloco de anotação e calendário à direita, lápis e canetas à esquerda. Os clipes de papel, enfileirados na mesa, eram organizados por tamanho, do menor para o maior. Na sua frente uma fileira de lápis, equidistantes e do mesmo tamanho, adornavam a mesa. Sua vida era assim, milimetricamente planejada e executada.
Está agora no apartamento e é a noite do seu aniversário de 36 anos. Sentado na cama, aguarda o relógio chegar às exatas 22h37min, hora escolhida para o seu suicídio. Tudo na sua vida fora milimetricamente planejado e executado, inclusive a sua morte.

Pensativo e hesitante… pela primeira vez os pensamentos o fazem duvidar da sua vida milimétrica e perfeitamente planejada.

O vazio insistia em permanecer.

*ATENÇÃO: esta obra é protegida pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/989) e foi registrada. É permitida a publicação em sites e blogs desde que citado o autor e a fonte com link. Para publicações em livros e e-book pagos, envie um e-mail para aldairars60@gmail.com para receber a autorização gratuita para publicar.

**As fotos foram retiradas do Google. Se você é o dono de alguma delas, entre em contato, para que possamos dar os devidos créditos.

2 comentários em “Nos mínimos detalhes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s