Desolação

(microconto)

DESOLAÇÃO
As duas comadres conversavam. Vislumbram, desoladas, o Pantanal queimando.
A fumaça da dor era intensa. A morte se espalhava em faíscas. Destruição total.
– Coisa de humano, né comadre? – constatava triste a cotia.
– Sim, coisa de humano! – respondeu a capivara.

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s