Irremediável

(microconto)

Não cabia em si. Palavras e ideias escorriam dele. Contos e crônicas explodiam no seu peito. Textos e tramas transpiravam da pele. Romances e histórias contagiavam todo o ser. Não tinha mais jeito.

E começou a escrever o livro porque teve derrame de letras.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s