In Finitude

Sou ser

Ser meio, incompleto ser

Ser partido, caído ser

Infinito ser quero ser

Sou ser

Finito ser sou

Deus

Infinito ser é

Infinito que busca,

Poder infinito

Infinito amor, vida infinita

O infinito afina-se com o finito

Poetiza-se no homem

Encarna-se em gente

Sorri humanidade

Iniludível concretude do verbo eterno

Finita-se

Esparge luz infinita

Perdoa

Morre

E vence

Transfigura-se em eternidade

Infinita-se de novo

Eterna-se

Me estende a mão…

E infinita-me!

Poesia vencedora do III COMPOESI – Prêmio de Poesia do SESI, 1999. Categoria interpretação adulto-Boa Vista – RR
Publicada na antologia “Concurso SESI de poesia – COMPOESI. 1999-2000”. Boa Vista: SESI, 2001.
(ATENÇÃO: esta obra é protegida pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/989) e foi registrada. É permitida a publicação em sites e blogs desde que citado o autor e a fonte com link. Para publicações em livros e e-book pagos, envie um e-mail para aldairars60@gmail.com para receber a autorização gratuita para publicar).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s