Momento mágico

Sabe aquele momento em que os passarinhos e esquilos ajudam a Branca de Neve a limpar a casa dos sete anões? A pobre Branca estava fugindo pela floresta, pois a Rainha Má havia mandado um caçador matá-la. De repente, no meio da floresta, ela encontra  a casa dos sete anões, que estava terrivelmente suja. Os … Continue lendo Momento mágico

Publicidade

1º CONGRESSO DE LITERATURA, ARTE E CULTURA DA AMAZÔNIA

(Evento presencial) O 1º Congresso de Literatura, Arte e Cultura pretende promover a cultura literária da Região Norte por meio da integração de artistas brasileiros de vários segmentos da arte, além de premiar as personalidades roraimenses destaques no cenário sociocultural e empresarial, bem como empossar novos confrades e confreiras roraimenses e amazonenses na Academia de … Continue lendo 1º CONGRESSO DE LITERATURA, ARTE E CULTURA DA AMAZÔNIA

“Cá entre nós” – poesias, 1995

“CÁ ENTRE NÓS” é um raro livro de poesia regional, publicado artesanalmente em 1995 em Roraima pelos autores Alcides Filho (Alcidinho) e Zigomar Maia. Transcrevo trecho das biografias feitas pelos autores na obra: “Alcides da Conceição Lima Filho (Alcidinho). Roraimense de Boa Vista, Engenheiro Agrônomo, filho de Alcides da Conceição Lima e Haydée Magalhães Lima. … Continue lendo “Cá entre nós” – poesias, 1995

A loucura mora ao lado

Quando a pandemia chegou e mudou muita coisa. Os espaços foram codificados e modificados pelo distanciamento social – ora negociados, ora disputados, ora ociosos, quase sempre vazios. Os afetos ficaram distantes, amarelados. Estar distante tornou-se um gesto afetuoso. Não visitar, antes uma falta de consideração, passou a ser gentileza e favor. Beijar virou tchauzinho, no … Continue lendo A loucura mora ao lado

O pai perfeito

O garoto parou na frente da loja. Era um lugar muito estranho. A placa dizia: ”VENDE-SE PAIS DE TODOS OS TIPOS". Como estava descontente com seu próprio pai, pois o via com defeitos, entrou na loja para dar uma olhada nos modelos de pais. O garoto ficou extasiado com tantos modelos. O Pai Biônico fazia praticamente … Continue lendo O pai perfeito

Carta para infernizar

Desquerido Podreshelsys Saudações maléficas Quero parabenizar-te pela conclusão dos estudos na Faculdade de Artes Maléficas - FAM. Espero que tenhas aproveitado esse tempo de conhecimentos infernais. Agora vem o seu estágio. Bem sabes que só receberás o diploma se colocares em prática tudo o que aprendeste na teoria, isto é, achar um alvo humano, atentá-lo, e … Continue lendo Carta para infernizar

Transmutação

Mr. Pigson dorme. Na cabeceira da cama há um exemplar do livro "Metamorfose" de Franz Kafka, o qual iniciou a leitura ontem.De manhã, ao despertar de sonhos inquietantes, Mr. Pigson deu por si na cama transformado num… num… bem, ele não sabe o que é ainda. Tenta falar, mas lhe saem apenas guinchos e grunhidos. … Continue lendo Transmutação

Prisão

Eles não têm nomes, são chamados por um número e devem responder prontamente. Há hora de entrar, hora de comer, hora de sentar, hora de levantar, hora de falar, hora de pensar, hora de sair.Para entrar, precisam de permissão do guardião do portal. Para circular, também precisam de autorização. Há setores em que são proibidos de … Continue lendo Prisão

Morcego

Outro dia encontrei o Batman no elevador. Isso mesmo, verdade verdadeira, o Batman! Um dos meus heróis da infância.Mas não era o Batman dos filmes novos, todo galã e tecnológico. Era o Batman antigo, aquele, sabe, dos sons desenhados "crash!",  "pow!",  "thunk!", "splathh!!", aquele da série antiga, era o… acho que era o Adam West … Continue lendo Morcego